Menino desmente livro onde relatava ter visitado o céu após quase morrer

O garoto Alex Malarkey, de 10 anos, ficou conhecido no mundo inteiro por causa do livro “O Menino que Voltou do Céu”, que relata sua suposta morte e viagem até o paraíso após um grave acidente de transito. Porém, Malarkey veio recentemente a público desmentir a história contada no livro, e afirma que estava querendo chamar atenção ao relatar seu suposto encontro com Deus.

Após um grave acidente em 2004, Alex ficou dois meses em coma e, segundo seu relato, foi encaminhado por anjos até o paraíso.

– Eu não morri. Eu não fui para o paraíso. Eu disse que fui para o paraíso porque eu acho que estava querendo atenção. Quando eu fiz aquilo, eu nunca tinha lido a Bíblia. As pessoas têm lucrado com mentiras. E continuam lucrando – afirma agora o garoto, segundo o jornal “New York Daily News”.

O garoto criticou ainda o mercado literário criado em torno de supostas “viagens ao céu”, batizado pelo “The New York Times” como “heavenly tourism” (algo como turismo celestial), e que já conta com best-sellers como “O Céu é de Verdade”, “90 Minutos no Céu”, “Cenas do Além” e “Meu Tempo No Céu”, todos relatando viagens ao paraíso.

– Nada escrito pelo homem pode ser infalível. Eu quero que todo o mundo saiba que a Bíblia é suficiente. Aqueles que comercializarem esses materiais devem ser chamados a arrepender-se e ter a Bíblia como suficiente – afirmou Alex Malarkey.
Share on Google Plus

About Correio Gospel

0 comentários:

Postar um comentário