Doação de terrenos para Igreja Católica gera debate em Itaberá

Pastores da cidade de Itaberá, interior de São Paulo, se reuniram para contestar um projeto de lei que tem como objetivo conceder terrenos à Igreja Católica. O projeto é da própria prefeitura e tem dividindo a opinião dos líderes religiosos e da população.

Assim que souberam do acordo alguns pastores foram à Câmara da cidade e os vereadores retiraram o texto de pauta para vista. “Nós vamos propor o que a lei não propõe. Todos são iguais perante a lei e queremos ser tratados da mesma forma”, disse o pastor Márcio José Barbosa que foi até a Câmara.

“Nós representamos uma parte significativa da cidade, pois somos milhares de eleitores”, contestou o pastor Francisco da Cruz, pra ele o projeto é um absurdo.

O vereador Pedro Geraldo de Novaes Macedo, presidente da Câmara dos Vereadores de Itaberá, afirmou que dará um prazo a mais para que o projeto volte a ser discutido pelas comissões da Casa. “Depois, os vereadores devem se reunir com o prefeito para debater este assunto”, esclarece.

A prefeitura se vale de um acordo feito entre o Brasil e o Vaticano em 2008 para propor esse projeto de doação de terrenos para a Igreja. Em defesa do acordo, a advogada da Igreja Católica da cidade, Maria do Carmo dos Santos, diz que não há favorecimento nesse projeto de lei e que ele pode se estender para outras religiões. “Esse acordo não favorece a Igreja Católica, inclusive as outras igrejas podem fazer tratados semelhantes”. Com informações G1
Share on Google Plus

About correio gospel

0 comentários:

Postar um comentário