“Mulheres padres” querem igualdade de gênero no altar

Quatro sacerdotisas da Colômbia resolveram
exigir igualdade de gênero na Igreja Católica questionando o fato de apenas os homens servirem como padres.

O protesto cruzou as fronteiras através de uma reportagem feita pela agência AFP que destaca o trabalho realizado por essas mulheres que querem os mesmos direitos dos homens no trabalho sacerdotal.

“Apenas os homens são os representantes de Cristo? Não tem pretexto. Todos fomos criados a imagem e semelhança de Deus. Todos somos iguais”, afirma Olga Lucía Álvarez.

A sacerdotisa de 73 anos lidera as missas de uma congregação que faz parte da Associação de Mulheres Presbiterianas Católicas Romanas (ARCWP, na sigla em inglês). A colombiana foi ordenada a bispa em 2010 por Bridget Mary Meehan de Sarasota, Estados Unidos.

A denominação tem cerca de 210 sacerdotisas em dez países europeus e também nos Estados Unidos, as quatro colombianas são as primeiras sacerdotisas da América Latina.

A mais recente bispa da ARCWP é Marina Sánchez que foi ordenada em janeiro deste ano. Além das duas a Colômbia conta com a bispa Judith Bautista, ordenada em novembro do ano passado e Aída Soto que recebeu o cargo em 2011.

“Creio que o espírito está relacionado a uma renovação e não apenas com o sacerdócio feminino, mas com a inclusão”, disse Sánchez sobre as mulheres que lideram comunidades religiosas.

Mas enquanto comemoram seus trabalhos, elas enfrentam a rejeição da Igreja Católica, pois o Vaticano não aceita a participação feminina e nem reconhece a ARCWP como parte integrante da Igreja Católica Apostólica Romana.

O padre Juan Álvaro Zapata, diretor do Departamento de Ministérios Ordenados da Conferência Episcopal de Colômbia condenou essa ligação criada pelas Associação com a Santa Sé.

“Grupos assim não fazem parte da Igreja, assim se autodenominam católicos romanos”, disse.

Zapata ainda explicou que as mulheres podem sim servir a Deus sem precisar de um cargo específico para isso. “No caso das mulheres, não é que para poder servir ao Senhor tenham de chegar a sacerdotes. Há outras maneiras de colaborar para a construção do Reino dos Céus”.
Share on Google Plus

About correio gospel

0 comentários:

Postar um comentário