Tráfico de dados sigilosos na Deep Web pode ser monitorado, dizem empresas

Apesar da diversidade de atividades criminosas que acontecem na Deep Web, o comércio ilegal de informações sigilosas nessa parte da rede, tais como dados de cartão de crédito e segredos de mercado, é um problema relativamente fácil de se solucionar.

É isso que consideram empresas de segurança digital, como a TrendMicro. Um levantamento feito pela TrendMicro no mês passado que avaliou mais de 8 mil sites suspeitos da Deep Web revelou que, desses, apenas 5% era voltado para hackeamento de sites e atividades semelhantes.

Além disso, o levantamento mostrou também que o comércio de dados sensíveis nessa região da internet também é pouco expressivo. Segundo a TrendMicro, apenas 5% dos vendedores e 6% dos compradores negociavam informações desse tipo. Drogas constituiam a maior parte do mercado da Deep Web.

A empresa de segurança Terbium Labs também considera relativamente pequeno o tráfico de informações sigilosas na Deep Web. De acordo com a empresa, essa área do comércio do lado escuro da rede está restrita a apenas "algumas dúzias" de fóruns.

Além de ser relativamente pequeno, o mercado de dados sigilosos da Deep Web também pode ser facilmente monitorado de acordo com Jason Polancich, fundador da SurfWatch Labs. Tanto a Terbium quanto a Surfwatch oferecem ferramentas de busca na Deep Web que permitem coletar automaticamente informações compartilhadas nesses sites.

Com isso, é possível minimizar os perigos de um vazamento de dados: quanto mais rápido ele for identificado, melhor. No caso de divulgação de dados de cartão de crédito, por exemplo, é possível cancelar o cartão assim que ele ocorra, impedindo que transações sejam feitas com ele.

FOnte: http://olhardigital.uol.com.br/
Share on Google Plus

About Correio Gospel

0 comentários:

Postar um comentário