Câmara do RJ homenageia obreiros da Igreja Universal

Cerca de 300 obreiros da Igreja Universal do Reino de Deus participaram de uma homenagem na Câmara Municipal do Rio de Janeiro em comemoração ao Dia do Obreiro Universal, comemorado sempre no terceiro domingo do mês de agosto.

A lei que criou Dia do Obreiro Universal (Lei n° 5.652/2013) é de autoria do vereador e bispo Jorge Braz que esteve presente na comemoração ao lado de outras personalidades políticas e de representantes da Igreja Universal como o bispo Marcello Brayner, coordenador da Força Jovem Universal; o bispo Gilmar Rosas, responsável pelos obreiros do Estado; e o bispo Domingos Siqueira, responsável pelos obreiros no Brasil.

Durante o evento a voluntária Marcolina Rosa da Conceição, de 93 anos, foi homenageada por ser a obreira mais idoso do Estado do Rio de Janeiro. A condecoração deixou a obreira emocionada.

“Eu não esperava, quando o bispo me chamou para ser homenageada, me senti muito honrada. A Universal é como uma escola. Aprendi muita coisa durante esses anos”, afirmou.

Já os bispos Gilmar e Domingos receberam da Câmara o título de Cidadão Honorário Carioca, condecoração concedida a pessoas que fizeram algo em prol dos moradores da cidade.

O bispo Domingos falou sobre o que é ser obreiro diante da plateia que acompanhava o evento. Ele afirmou que mesmo tendo o cargo de bispo, ainda se considera um obreiro. “Não deixamos de ser obreiros, apenas adquirimos funções diferentes”, relatou.

O bispo Jorge, por sua vez, falou a respeito da importância dos obreiros da IURD. “Os pastores passam por uma igreja e depois vão embora, mas os obreiros ficam e são eles que acompanham o dia a dia do povo. Certamente, Deus usa muito mais os obreiros que o pastor”.

Além da cidade do Rio de Janeiro, outros municípios dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Alagoas e Bahia também comemoram o Dia do Obreiro Universal.
Share on Google Plus

About correio gospel

0 comentários:

Postar um comentário