Escola primária cria banheiro sem distinção de gênero

Meninos e meninas do ensino infantil de uma escola em São Francisco, Estados Unidos, usarão o mesmo banheiro. A proposta da escola primária Miraloma é acabar com a divisão de banheiros por gênero.

Se no Brasil a ideia é rejeitada pelos pais, nos Estados Unidos muitos pais de alunos se agradaram com a decisão da diretoria da escola.

A ideia é que as crianças que não se identificam com o seu sexo não se sintam constrangidas por serem obrigadas a entrar em um banheiro para meninas ou para meninos, o detalhe é que a escola é de ensino infantil, ou seja, menores de sete anos.

Os banheiros de gênero “neutro” estão sendo implantados em diversas escolas americanas, seguindo uma “tendência” da implantação da ideologia de gênero.

Quando o assunto é escola para alunos mais velhos a polêmica gira em torno dos estupros que podem ocorrer nesses locais, mas no caso da escola primária Miraloma, a direção tomou o cuidado para que apenas uma criança por vez entre no banheiro. Com informações UOL
Share on Google Plus

About correio gospel

0 comentários:

Postar um comentário