Filha de Joelma diz que Chimbinha a molestou quando criança

A filha evangélica da cantora Joelma, Natália Mendes Sarraff, acusa o ex-padrasto Chimbinha de ter abusado dela na infância. A afirmação foi feita através de uma conversa dela no aplicativo Whatsapp com uma amiga, que foi divulgada nesta terça-feira (27).

No texto, Natália diz que acordou durante uma noite com Chimbinha a apalpando. “Isso eu tinha mais ou menos uns 12 anos ou menos”, escreveu ela, que disse ainda que o abuso aconteceu em uma das férias que passou com a mãe e o padrasto. “Desde aí fiquei com medo e também não falei para ninguém”, completou. Natália diz ainda que já presenciou muitas brigas do ex-padrasto com a mãe e que o músico já correu atrás de uma empregada nu.

Procurada pelo UOL, Natália limitou-se a dizer que tudo o que disse na conversa “é verdade”.

Chimbinha enviou um comunicado à imprensa nesta terça negando a acusação e dizendo que tomará medidas judiciais para preservar sua imagem neste momento de sua vida.

“O guitarrista Chimbinha vem a público lamentar mais uma vez informações deturpadas e inverídicas que visam unicamente prejudicar sua imagem num momento de renovação profissional… Chimbinha, que deve anunciar a sua nova vocalista no meio da próxima semana, é taxativo ao afirmar que apesar de todas as inverdades levantadas até agora, continuará focado única e exclusivamente no trabalho que vem desenvolvendo no repertório e na estruturação da sua nova banda.

Chimbinha ressalta por fim que mantém seu posicionamento de cordialidade e respeito com todos os envolvidos e que não será mais uma inverdade plantada nas mídias sociais que diminuirá seu modo digno de ver a vida, como ficou claro em posicionamentos anteriores. E finaliza: “Transformei uma banda do Norte num dos maiores fenômenos musicais do Brasll. E não fiz isso com fofoquinhas. Fiz isso com música e muito trabalho!”, conclui no comunicado.

A assessoria de imprensa de Joelma afirma que a declaração de Natália é verídica e vazou de uma conversa do Whatsapp dela com uma amiga. “Joelma não vai se pronunciar por enquanto. Ela soube há pouco tempo, após a separação [do abuso]”, disse a assessora da cantora.

Ainda de acordo com a assessoria, Joelma está se reaproximando da filha de forma natural. “Elas não estavam brigadas, mas tinham uma relação mais distante”.

Joelma Gospel
A Joelma já deu declarações de que pretende manter uma carreira gospel atrelada à sua carreira secular. Ela já gravou músicas religiosas enquanto esteve no Calypso, e se declara evangélica, da Assembleia de Deus. Já se envolveu, inclusive, em uma polêmica, quando mandou um fã que era gay assumido pedir perdão a Deus e “voltar a ser homem”. A cantora se retratou depois e pediu desculpas.

Do casamento, traição e separação da banda
Joelma e Chimbinha anunciaram o fim do casamento de 18 anos em 19 de agosto deste ano. Na ocasião, os dois afirmaram por meio de um comunicado “que o respeito, gratidão, amizade, admiração e parceria” permaneceriam recíprocos. Não foi o que aconteceu.

Durante a apresentação de um show, Joelma sugeriu que foi traída por Chimbinha e apontou o dedo para o ex-marido ao cantar parte do refrão da música “A Lua Me Traiu”.

No dia 11 de setembro, a Justiça do Pará proibiu Chimbinha de ficar a menos de cem metros de Joelma com base na Lei Maria da Penha. Porém, o advogado do músico conseguiu derrubar a liminar uma semana depois, no dia 18, o que viabilizou a volta guitarrista para a banda. O ex-marido de Joelma, contudo, não apareceu em dois shows da banda que aconteceram em Palmas (TO) e Sítio Novo (MA).

Chimbinha retornou aos palcos no dia 4 de outubro, mas teve de deixar o palco 20 minutos depois que Joelma demonstrou o desconforto com a presença do ex-marido. Insatisfeito com a performance da cantora, o público vaiou e jogou objetos no guitarrista, que acabou tocando por poucos minutos e abandonando a apresentação. Ele não voltará a tocar com a banda nos shows agendados até o fim do ano.

O músico pretende anunciar em breve o nome da sua nova vocalista.

Lançada em Belém (PA) no ano de 1999, a banda Calypso gravou 21 CDs e 7 DVDs em 16 anos de carreira, com mais de 15 milhões de cópias vendidas durante o período.

(UOL)
Share on Google Plus

About correio gospel

0 comentários:

Postar um comentário