Empresas removem publicidade do YouTube após acusações sobre rede de pedofilia no site


Youtuber publicou vídeo mostrando o modus operandi desses usuários


A Disney, a Epic Games (Fortnite), o McDonald’s e a Nestlé removeram suas publicidades do YouTube após acusações acerca de uma rede de predadores sexuais infantis presente no site.

Tudo começou com o youtuber Matt Watson apontando que existe uma sub-comunidade na plataforma que faz o download de vídeos publicados por crianças e pré-adolescentes, e republicam o conteúdo em seus próprios canais, ativando a monetização e permitindo comentários de outros usuários, que, então, apontam marcações de tempo específicas, em que os protagonistas dos vídeos estão visualmente mais expostos

Watson demonstra que, uma vez imerso nesse nicho de vídeos, o algoritmo do YouTube não exibe nada além deles, retroalimentando a comunidade. Além dos comentários sugestivos, os usuários publicavam links que levavam diretamente a vídeos de pornografia infantil.

Em comunicado oficial, publicado na Variety, o YouTube diz que vai tomar ações imediatas para deletar os canais em questão e os comentários presentes nos vídeos. Ao todo, as empresas investiram menos de US$ 8 mil nas propagandas mencionadas, e a plataforma garantiu que todas receberão reembolso dos gastos, segundo a Bloomberg.

Em 2017, algo semelhante aconteceu na plataforma, com diversas empresas rompendo relações com o site após verem seus comerciais atrelados a conteúdos violentos e extremistas.

Embora os vídeos em si não tenham nenhum cunho sexual, a legislação de alguns países caracteriza os comentários sexualmente sugestivos como uma forma de abuso infantil, manifestada a partir da parafilia denominada pedofilia, a atração de adultos por crianças.

No Brasil, a pedofilia não é considerada crime. Segundo nossa legislação, os crimes relacionados a essa parafilia são o Estupro de Vulnerável (o ato sexual realizado com pessoas menores de 14 anos) e o armazenamento, divulgação ou venda de vídeos e fotografias de pornografia infantil.
Share on Google Plus

About Nandoce85

0 comentários:

Postar um comentário