Jornal Nacional divulga fake news e é obrigado a se retratar




O “Jornal Nacional” desta sexta-feira (22) cometeu um grave erro ao noticiar uma fake news de um perfil falso atribuído o general Augusto Heleno, ministro do Gabinete de Segurança Institucional.

Ao comentar sobre o fechamento da fronteira entre Brasil e Venezuela, William Bonner leu o seguinte: “O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, disse agora há pouco, numa rede social, que o governo vai aguardar o desenrolar dos acontecimentos na Venezuela, repetiu que o Brasil não vai fazer nenhuma ação agressiva, mas afirmou: ‘Caso haja qualquer agressão à soberania do pais, iremos reagir baseados em preceitos constitucionais'”.

Acontece que a rede social citada era um perfil falso e o apresentador precisou corrigir a informação após a equipe do ministro entrar em contato com a emissora.

“Nós dissemos agora há pouco que o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, teria publicado numa rede social que o Brasil pode reagir a agressões à soberania do país. Mas o ministro esclareceu que a declaração não é de autoria dele e foi publicada num perfil falso. Por esse erro nós pedimos desculpas ao ministro e a você, telespectador”, disse Bonner.
Assista!

A maior vergonha do telejornalismo brasileiro não pode simplesmente pedir DESCULPAS. O @jornalnacional quase deflagrou uma guerra entre Venezuela e Brasil baseando-se em um tuíte falso.
Share on Google Plus

About correio gospel

0 comentários:

Postar um comentário